top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Conheça o craque - Tostão

O "Conheça o Craque" de hoje traz um dos maiores jogadores da história do nosso futebol. Trata-se de Eduardo Gonçalves de Andrade, o nosso "Tostão". O médico Tostão recebeu esse apelido nos tempos de criança quando tinha 7 anos.

Foi convidado para jogar num time de garotos do seu bairro contra os garotos do Atlético Mineiro. Só que a idade dos garotos variava entre 12 e 15 anos. Acabou marcando um gol nesse jogo e saiu aclamado pelos amigos. A partir desse dia passou a ser conhecido como Tostão.

Formava dupla com Toró, ouro garoto extremamente habilidoso, que só não seguiu carreira por ser portador de vitiligo e ter vergonha de usar calção. Há quem os tenha visto jogar e afirme que Toró era melhor do que Tostão. Uma pena.

Uma inflamação na unha do pé direito fez com que Tostão aprimorasse a habilidade com o pé esquerdo. Só trabalhava com esse pé desde os 6 anos até chegar a Seleção Brasileira em 1966, quando Paulo Amaral obrigava o jogador a chutar 200 vezes com o pé direito diariamente.

Começou a carreira no futsal do Cruzeiro em 1961. E no ano seguinte, com 15 anos já fazia parte do time de juniores do clube estrelado de futebol de campo. Nesse mesmo ano, foi contratado pelo América Mineiro para satisfazer seus pais torcedores do Coelho.

Em 1963 voltou ao Cruzeiro através de Felício Brandi, dirigente cruzeirense na época. No Cruzeiro formou um meio campo inesquecível com Wilson Piazza e Dirceu Lopes. Foi protagonista da noite inesquecível e apontada pela grande maioria dos torcedores a maior partida já realizada pelo Cruzeiro, quando bateu o Santos em 1966 quebrando a hegemonia peixeira na Taça Brasil (era penta-campeão) e apareceu para o Brasil e para o Mundo.

Tostão é o maior artilheiro da história do cruzeiro marcando 249 gols em 378 jogos. O "Mineirinho de Ouro" acabou se transferindo para o Vasco da Gama em 1972 onde permaneceu apenas por um ano, anunciando o final da carreira prematuramente em 1973 aos 26 anos.

Tostão quando ainda defendia o Cruzeiro em 1969 num jogo contra o Corinthians, teve descolamento de retina num lance em que Ditão, zagueiro alvinegro foi despachar uma bola e atingiu o rosto do jogador.

Esse problema acelerou o final da carreira, muito embora tenha feito parte da Seleção Brasileira que encantou o mundo e conquistou o mundo em 1970, onde de forma invicta e vencendo todos os jogos se sagrou Campeã do Mundo. Nessa Seleção, Tostão jogou como falso atacante e teve papel fundamental na conquista. Multi-campeão, ganhou vários títulos, tanto coletivamente como individualmente.

Pela Seleção fez 65 jogos e marcou 36 gols. Um craque inesquecível que vai ficar pra sempre em nossa memória. Merece estar na galeria de "Conheça o Craque"!

Títulos:


Pela Seleção:

Campeonato Mundial de 1970

Copa Rocca de 1971

Taça Independência de 1972


Pelo Cruzeiro:

Campeonato Brasileiro de 1966

Campeonato Mineiro de 1965/66/67/68/69


Artilheiro:

Eliminatórias da Copa de 70 com 10 gols

Campeonato Brasileiro de 1970 com 12 gols

Campeonato Mineiro de 1966 ( 17 gols ), 1967 ( 20 gols ), 1968 ( 25 gols )


Prêmios Individuais :


Bola de Prata 1970

Bola de Prata de Artilheiro de 1970

Melhor jogador sul-americano de 1971 pelo jornal " El Mundo "

Quinto Maior Jogador Brasileiro do século XX pela IFFHS

Golfinho de Ouro de Melhor Esportista Brasileiro de 1969

Jogador do Ano : Melhor jogador do Vasco em 1972

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page