top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Opinião objetiva - Pobre hino Nacional!

Amigo do esporte,


desde que foi implantada essa lei burra de se tocar o Hino Nacional antes das partidas de futebol em São Paulo (foi onde começou e essa burrice acabou sendo copiada por outros estados), um de nossos símbolos maiores se banalizou. E de tal forma que fico abismado com tamanho descaso.

Me lembro dos tempos de escola, quando era tocado e tínhamos que estar em posição de sentido ou com a mão no peito. Era silêncio absoluto naquele pátio central enorme do Colégio Arquidiocesano. O respeito era amplo, total e irrestrito. E não era por imposição. Cada um de nós alunos, aprendemos que o respeito era imprescindível diante de nossa bandeira e nosso hino.

Hoje, vendo na transmissão a postura dos jogadores no momento do hino me dá asco. A maioria quase que a totalidade sequer esboça um sinal de respeito. Saltitando, fazendo aquecimento, conversando, sorrindo, fazendo tudo menos respeitar o momento solene. São raros aqueles que ficam imóveis e olhando para nossa bandeira. E mais raros ainda aqueles que cantam.

Nossa! Isso deveria ser obrigação. Esse é o reflexo de nossa educação hoje. Ninguém mais dá valor aos nossos símbolos, não há mais civilidade. Vivemos um momento delicado com relação a nossa cultura. Professores despreparados, às vezes sabendo menos do que o aluno, corpo docente mal remunerado e a consequência é um corpo discente alheio aos valores da Pátria. Gostaria que essa lei fosse revogada.

Assim, quem sabe, não veríamos mais nosso hino ridicularizado, menosprezado, achincalhado, humilhado. É preciso que se ponha um fim nisso. Esses jogadores de hoje além de ruins, se acham os donos do mundo e com direito a menosprezar valores. Basta! Que se acabe com essa obrigatoriedade.

Pelo b em de nosso hino e de nosso País. E mais uma coisa. Perdi um sobrinho e estou com uma cunhada, um cunhado e dois sobrinhos com o vírus do COVID. Por isso estou a vontade pra dizer o que penso: já é hora de se acabar também com esse terrorismo de se mostrar o número de infectados e mortes antes dos jogos. Isso só serve para apavorar ainda mais uma população desinformada, receosa e temerosa. Chega de sofrimento.

Todo o mundo sabe o que essa doença está causando. Não precisa focar diariamente dados dessa tragédia. Pelo fim do Hino antes dos jogos, pelo fim da propaganda nefasta do COVID e pelo fim do minuto de silêncio que traz lembranças amargas para quem perdeu entes queridos. Vida que segue. Senão, até quando vão propagar essas notícias ruins? Até mais!

44 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page