top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Opinião objetiva - Papo com Pelé

E aí, Pelé? Tudo bem? Espero que sim. Aqui também tá tudo bem. Um pouco triste com a morte do Edson. Já estava doente e sofreu muito. Descansou, mas ainda assim sentimos muito. Um grande cara. Embora tenha sido muito criticado por alguns por palavras e atos, eu sempre o admirei. Muita gente o criticava porque quando abria a boca só saia besteira. Dava palpites errados, falava coisas sem fundamento. Mas quando em 1969 ele dizia num momento ímpar de sua vida que era preciso que se olhasse por nossas crianças, ninguém deu atenção. E olhe o que virou nosso país! Delinquência juvenil em alto grau. Criticavam o Edson quando ele dava prognóstico errado (aliás era difícil dele acertar). Mas todos nós estamos sujeitos a errar palpites. Massacraram o Edson quando negou a paternidade de uma das filhas. A verdade é que ninguém sabe o motivo e ainda assim dispararam críticas. Pra se negar uma paternidade deve-se ter um enorme motivo. Até porque o Edson reconheceu outros filhos. Mas sem se saber o que houve, julgaram e o condenaram. Para mim, Edson foi exemplo e fim e papo. Mas vamos falar de você. Você ainda vive e é eterno. E tem consciência disso, né? O brasileiro que mais divulgou e apresentou o Brasil para o mundo. O maior embaixador do país. Nenhuma personalidade brasileira de qualquer setor foi tão celebrada e reconhecida como você. Apesar de ter parado há tanto tempo, é só procurar nas mídias seus feitos antológicos, suas traquinagens com a bola, suas conquistas. Tudo isso o torna imortal, eterno. O maior de todos os tempos. Você é tão grande, tão notável que por muitas vezes sofreu comparações até ridículas com outros. Pois é, Rei. Você sabe que é incomparável, absoluto. Ah! Ia me esquecendo. Lembra quando em 1969 passamos um dia juntos e você me presenteou com um cartão postal com dedicatória e tudo? "Para meu amigo José Jorge, um abração do Pelé"! Caramba! Nem sabia o que dizer na hora. Meu coração acelerou, minha garganta ficou seca! Que emoção! Outro dia ainda peguei o cartão, no dia da morte do Edson, e voltei a me emocionar muito. Foi um presente que você me deu e que guardo com todo carinho até hoje. Sua simpatia, sua simplicidade, a maneira como me tratou naquele dia me cativaram para sempre. Você é simplesmente fantástico, Rei. Você vive e sempre irá viver em cada coração do apaixonado por futebol. Aqueles que tiveram o privilégio como eu, de te ver jogando em campo jamais vão esquecer daquelas imagens. E aqueles que não tiveram essa oportunidade, podem assistir seus feitos em qualquer mídia a qualquer hora. Mas jamais sentirão a emoção de ter visto de perto. Bem, Pelé, vou ficando por aqui. Sei que ainda nos veremos muito, falaremos muito. Apesar de estarmos distantes, tenho certeza de que um dia nos encontraremos novamente e vamos bater aquele papo de novo. Por hora, fique bem e com saúde. A mesma saúde que o tornou o "Rei" do futebol. Um grande abraço! Até mais!


24 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page