top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Opinião objetiva - Os doze que viraram três

Amigo do esporte, antigamente antes de começar o Campeonato Nacional tínhamos pelo menos 12 favoritos ao título. Uns mais favoritos, outros menos. Mas todos com favoritismo. A saber: Palmeiras, Corinthians, São Paulo, Santos, Flamengo, Fluminense, Botafogo, Vasco da Gama, Internacional, Grêmio, Cruzeiro e Atlético Mineiro.

Qualquer um desses times que conquistasse o título não causaria surpresa em ninguém. O tempo passou, o futebol mudou, passou por um processo de profissionalização aparente (isso porque ainda dá mostra de puro amadorismo conforme vamos discorrer) e somente aqueles que se antenaram que era preciso mudar se deram bem.

Hoje diria que 3 times estão em um patamar bem superior com relação aos demais. O atual campeão brasileiro, o Galo, montou um grande time mesclando jogadores consagrados como Hulk, Nacho Fernandez, Vargas, Rever, aliados a jovens de grande talento como Guilherme Arana, Jair, Éverson, Igor Rabelo e outros. A fórmula deu certo. Com estrutura e um bom treinador, o Galo faturou o título após 50 anos de jejum.

O Flamengo passou por momentos delicados em meados da década passada. Eduardo Bandeira, então presidente, arregaçou as mangas e sanou dívidas enormes para que seu sucessor montasse um time de estrelas. Diego Alves, David Luiz, Rodrigo Caio, Filipe Luis, Arrascaeta, Gabigol, Bruno Henrique, Diego, enfim uma constelação. Ganhou Libertadores e tem um potencial indiscutível.

O Palmeiras tem um excepcional e chato treinador. Abel Ferreira sabe muito de futebol e extrai o máximo de seus jogadores. Bi-campeão da América e vice-campeão mundial, o Verdão não tem nenhum craque excepcional. Mas tem um conjunto uniforme e um elenco que, embora ainda necessite de algumas peças, é por demais homogêneo. O investidor montou um elenco capaz de enfrentar qualquer competição brigando por títulos. E paramos por aí.

Hoje, Atlético Mineiro, Flamengo e Palmeiras dão as cartas no futebol brasileiro. Não vejo, pelo menos por enquanto, ninguém que possa fazer frente a esse trio. É muito cedo ainda. O campeonato começa em abril. Não se deve esquecer que o futebol sempre apresenta surpresas. Mas eis o ponto: quando poderíamos apontar um desses 9 restantes como surpresa há alguns anos atrás?

O futebol mudou. E bem poucos times acompanharam essa mudança. Lamentavelmente nosso campeonato que é ainda o mais difícil do mundo, não pela técnica mas pelo equilíbrio, está perdendo a força. Já não há tanto equilíbrio. Uma pena. Isso também está contribuindo para o fim triste de nosso futebol. Até mais!

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Opinião objetiva - O que se deve copiar

Amigo do esporte, de algumas décadas para cá, o Brasil anda copiando muita coisa do futebol europeu. A começar por uma mudança em nosso hábito que não perdoo. O fato de as equipes entrarem em campo si

Opinião objetiva - mais do mesmo

Amigo do esporte, Já de algum tempo, Palmeiras e Flamengo vem dominando o futebol brasileiro e sul-americano. São as equipes mais bem estruturadas, mais profissionalizadas e com mais recursos financei

Opinião objetiva - Do choro ao riso

Amigo do esporte, Todo mundo sabe que a vida é feita de fases. Criança, adolescente, jovem, adulto e idoso. O que vou relatar aqui, é aquilo que senti ao longo da vida com relação ao futebol. Vivo del

Comments


bottom of page