top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Opinião objetiva - Onde está o erro?

Amigo do esporte,


lamentavelmente tivemos outra demonstração intolerável e repugnante de racismo nessa semana. No jogo do Corinthians contra o Boca Juniors, um animal acabou imitando um macaco na arquibancada, o que resultou na sua prisão. Ocorre que o imbecil pagou a fiança e saiu ileso de mais esse episódio. E para completar esse sórdido episódio, um outro idiota , amigo do imbecil postou uma foto abraçando o canalha e com um macaquinho estampado. Que nojo! Não foi a primeira e não será a última manifestação asquerosa de discriminação racial. E por que? Onde está o erro?

Bem, vamos começar pelo começo. Felizmente não tenho culpa do que ocorreu com o preto em relação a escravidão. Graças a Deus não vivi nessa época. Ou talvez tenha vivido e, com certeza, não aprovava esse crime. Fui criado e criei meus filhos sem essa mácula. Jamais eu e minha família discriminamos um ser humano pela cor. Aliás, não só pela cor. Mas em todos os aspectos. Sempre tive criação de que somos todos iguais. E não falo isso da boca pra fora, não. Quem me conhece sabe que sempre preguei a humildade e igualdade.

Mas voltando a pergunta: "onde está o erro?" Fácil. Na impunidade. É muito fácil a autoridade vir a público e manifestar repúdio a esse ato vil. Mas e a atitude? O imbecil pagou a fiança de 3 mil reais e foi embora para seu país e com certeza rindo e tirando um sarro de nossa justiça.

"Justiça"? Que "justiça" é essa que inocenta um canalha ladrão e prende um cidadão do bem que fala a verdade e aponta os absurdos que têm sido cometidos por nossa "justiça"? Essa mesma "justiça" liberou esse crápula que fez gestos de macaco mediante o pagamento de 3 mil reais. É por essas e outras atitudes inacreditáveis e inimagináveis de nossa "justiça" é que o racismo continua imperando, assim como todo o tipo de preconceito idiota e descabido.

Quando em 1960 o embaixador brasileiro na França, Carlos Alves de Souza, proferiu a frase: "o Brasil não é um país sério", sim, foi o embaixador brasileiro quem proferiu e não Charles De Gaulle, ele simplesmente vaticinou a constatação que nos é visível hoje. Muitos casos como esse irão surgir por inoperância e falta de energia de nossa justiça.

Outro dia, um torcedor brasileiro que mora na França foi assistir um jogo do PSG com a camisa de nossa seleção e com a bandeira do Brasil. Foi obrigado a tirar a camisa e entregar junto com a bandeira as autoridades só retirando no final do jogo. E o pior é que tinha vários torcedores com camisas de outros países. Infelizmente estamos desmoralizados no mundo pela falta de critério e justiça de nossa "justiça". Até quando? Quando procuram o erro de tanta gente racista, a resposta é só essa: Impunidade! Até mais!

23 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page