top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Opinião objetiva - O nível precário de nossa arbitragem

Amigo do esporte,


não é e hoje que nossa arbitragem é desastrosa. Foi-se o tempo dos grandes árbitros. Daqueles que faziam o jogador tremer, que eram respeitados, tinham qualidade e se impunham por sua personalidade. A chegada do VAR na minha opinião tornou o nível mais fraco ainda. O árbitro hoje, além de desconhecer regras, além de não conseguir se impor até por falta de conhecimento e personalidade, acabou se acomodando, pois joga tudo para o VAR.

O árbitro hoje não consegue se impor. O jogador de futebol mudou seu comportamento também. Se antes não tinha cabelos, munhequeiras, chuteiras coloridas, e estava em campo pra jogar futebol e o salário era dentro da realidade e o bicho era o incentivo para as vitórias, o profissionalismo imperava e o respeito pelo árbitro era patente.

Hoje a coisa mudou. O árbitro é fraco técnica e moralmente. Não tem cacife para enfrentar o artista de hoje. Digo artista porque com todos os aparatos, o jogador de futebol não existe mais. São estrelas que tentam brilhar a qualquer custo. E sempre procuram se impor sobre o mais fraco, o árbitro.

Além da falta de qualidade, existe uma grande acomodação com a chegada do VAR. Para o árbitro ficou mais fácil assinalar um pênalti, validar um gol, expulsar uma estrela, anotar um impedimento. Enfim, ficou mais fácil tecnicamente arbitrar uma partida de futebol. Mas ficou muito mais difícil se impor perante o jogador atual.

O árbitro hoje, permite que o jogador o desafie descaradamente. Leva peitadas, se submete a rodinhas com reclamações, ouve insultos, é desafiado constantemente e se sujeita a tudo isso.

Como melhorar o nível? Através de uma reciclagem total, desde postura até tecnicamente. Exigir autoridade. Postura enérgica sem exageros. Se impor aos desmandos e falcatruas dos jogadores atuais. É difícil. Hoje só tem banana no apito.

Quanta saudade de Dulcídio Vanderlei Boschila, Oscar Roberto de Godói, Romualdo Arppi Filho, Aírton Vieira de Moraes e tantos outros que na época davam show de postura e técnica.

A realidade que vivemos hoje é outra bem diferente. Só falta agora as estrelas do espetáculo apitarem o jogo. Falta muito pouco para isso! Até mais!

37 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page