top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Opinião objetiva - O adeus doloroso de um ídolo

Cássio Roberto Ramos, ou somente Cássio, é simplesmente um dos maiores, senão o maior, ídolo da história gloriosa do S.C.Corinthians Paulista. Começou a carreira no Grêmio, passou pelo PSV Eindhoven e pelo Sparta de Rotterdam antes de aportar no Parque São Jorge. Mal sabia ele que em dezembro de 2011 quando chegou, se tornaria uma marco na história do clube.

Gigante, seu apelido pelo tamanho, fez jus a esse apelido debaixo das traves. Quantas vitórias do Corinthians são creditadas a ele ao longo desses 13 anos. Algumas derrotas, é verdade. Mas facilmente esquecidas diante de uma carreira tão vitoriosa. Ganhador de 9 títulos em 13 anos, sempre como titular, é o recordista de títulos da história do Timão. E não é só isso. É o goleiro com mais jogos da história do Corinthians, o que mais pegou pênaltis, segundo jogador com maior número de jogos e o jogador com mais jogos em todas as competições da história do Corinthians.

Teve um momento difícil em 2016 quando perdeu temporariamente a posição para Walter e teve que se reciclar. A noite estava atrapalhando e o goleiro resolveu se pegar na religião. Na época quase voltou para o Grêmio. Contudo, continuou e se recuperou retomando a posição.

2024 começa para o Corinthians com muita agitação. Novo presidente, renovação no elenco, saída de líderes, chegada de reforços, alguns deles não corresponderam (pelo menos até agora), e o time começa mal. Fora da fase decisiva do Paulista, começa mal o Brasileiro e perde jogos inacreditáveis.

Cássio, sentindo o peso da responsabilidade, no desespero de querer que a situação melhore, passa a ter uma instabilidade emocional que até então não tivera. Falha em alguns lances cruciais e começa a receber críticas e até ameaças de organizadas. Desabafa após falhar no jogo contra o Argentinos Jrs. na Argentina e a partir daí, e somente daí, o Corinthians percebe que seu maior ídolo está abalado emocional e psicologicamente.

Mesmo com seus 1,96 metros, Cássio desaba emocionalmente. Reuniões, conversas e a solução encontrada em comum acordo é a preservação momentânea do goleiro. Cássio vai para a reserva. O Cruzeiro monitora e na primeira oportunidade, procura o jogador. Resultado: começa aí o final de uma das carreiras mais gloriosas de um jogador do Corinthians.

O verdadeiro torcedor lamenta, se emociona ao falar desse gigante e chora a perda do maior goleiro da história do time. Eu, como torcedor, deixo meu recado: vá com Deus, Cássio. Obrigado por tudo o que você me proporcionou e proporcionou ao torcedor. Pela sua paz de espírito, essa sua saída será extremamente salutar. Saiba que você é ídolo do corinthiano, mas que também conquistou a simpatia e o respeito de todo torcedor. Você está gravado na historia e isso ninguém tira mais.

Obrigado Gigante, por defender com bravura a meta do Timão. Com dedicação, respeito e um amor incondicional. Sei que você esta saindo magoado, triste. E isso porque você aprendeu a amar o Corinthians. E por causa de bandidos você está se divorciando de um dos grandes amores de sua vida. Que Deus o proteja e permita que você continue a ser no Cruzeiro, o Gigante que foi pra nós! Um até breve e tenha a certeza que você fez a alegria de milhões e será sempre o nosso "Gigante"! Até mais!

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Opinião objetiva - O que se deve copiar

Amigo do esporte, de algumas décadas para cá, o Brasil anda copiando muita coisa do futebol europeu. A começar por uma mudança em nosso hábito que não perdoo. O fato de as equipes entrarem em campo si

Opinião objetiva - mais do mesmo

Amigo do esporte, Já de algum tempo, Palmeiras e Flamengo vem dominando o futebol brasileiro e sul-americano. São as equipes mais bem estruturadas, mais profissionalizadas e com mais recursos financei

Comments


bottom of page