top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Opinião objetiva - Futebol raiz acabou

Amigo do esporte,


antigamente o futebol era "raiz". Hoje é "nutella". Antes as camisas pesavam quilos na chuva, não tinham artifícios para absorver o suor. Não tinha patrocínio, não tinha grife. O jogador suava de verdade. As chuteiras tinham prego na sola. E depois surgiram as de borracha e plástico, mas pesadas. E eram da cor preta. Os cabelos dos jogadores ou eram curtos ou compridos. Nada de estilo, de moicano, rastafari. No ônibus tinha batuque, samba, tinha conversa, brincadeira, gozação, os atletas viam a torcida do lado de fora na chagada ao estádio e se arrepiavam.

Os times entravam em campo separadamente. Não tinha portal, não tinha cumprimento ao adversário. O gol era comemorado imediatamente. O jogador subia no alambrado para comemorar com a torcida.O repórter podia entrar em campo , entrevistar quem quisesse. Após o jogo, entrava no vestiário, procurava o jogador que queria para entrevistar. Era tudo tão simples, tão natural, tão autêntico. E ganhávamos títulos, nos encantávamos com o futebol praticado. Muitos craques. E hoje?

Começa com a camisa com mil artifícios para absorver o suor e ficar leve e confortável. Além disso, parece um painel de merchandising. Cada espaço é ocupado por uma propaganda. As chuteiras de hoje têm o peso de uma pluma. Levíssimas, confortáveis, de grife. Lindas e coloridas.Tem até par de chuteiras de cor diferente. O futebol hoje parece um desfile de penteados. Cabelos de diversos tipos. Impecáveis. Nos ônibus hoje, é só fone de ouvido.Ninguém conversa, ninguém brinca, ninguém se importa com o clima do jogo. Os times entram em campo juntos, só falta trocarem beijinhos. Passam por debaixo daquele portal ridículo ao som do hino da Federação Paulista ou do Campeonato Brasileiro.

O gol hoje tem que esperar a decisão do VAR para ser confirmado. O autor do gol tem que esperar para comemorar. E não pode comemorar na torcida que toma cartão. O repórter hoje está completamente cerceado. Criaram uma tal de zona mista onde a entrevista é feita e quem escolhe quem vai ser entrevistado é o assessor de imprensa do clube. Treinos fechados, dificuldade da imprensa , tudo muito complicado.

Não ganhamos mais nada e nos decepcionamos cada vez mais com o futebol apresentado. Craques não existem mais. Pelo menos aqui no Brasil. E o VAR que mais atrapalha do que ajuda. É o confronto do futebol raiz com o futebol nutella. Com qual você fica? Até mais!

24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Opinião objetiva - O que se deve copiar

Amigo do esporte, de algumas décadas para cá, o Brasil anda copiando muita coisa do futebol europeu. A começar por uma mudança em nosso hábito que não perdoo. O fato de as equipes entrarem em campo si

Opinião objetiva - mais do mesmo

Amigo do esporte, Já de algum tempo, Palmeiras e Flamengo vem dominando o futebol brasileiro e sul-americano. São as equipes mais bem estruturadas, mais profissionalizadas e com mais recursos financei

留言


bottom of page