top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Opinião objetiva - Fomentando preconceitos

Amigo do esporte,


vivemos uma época em que afloram a todo instante manifestações preconceituosas. Seja pela imbecilidade da discriminação racial, seja pela estupidez da discriminação sexual e até pela repugnante discriminação social. A cada dia vão se tornando mais frequentes esses tipos de discriminações.

Todas essas manifestações existem desde que o mundo é mundo, infelizmente. Porém, nunca foram tão exploradas como agora. Tenho comigo que a partir do momento em que se explora esse problema em demasia, a tendência é que se fomente esse tipo de manifestação.

Claro que devemos combater esses atos repugnantes. Mas combater é uma coisa, expor o problema é outra. Não vejo necessidade, por exemplo, de uma montadora fazer um comercial de um determinado veículo focando o público homossexual. Quantos homossexuais não compraram o carro antes dessa propaganda? Não haveria necessidade de se explorar esse enfoque.

Uma empresa famosa de salgadinhos lançou uma embalagem destinada ao público homossexual. Para que? Quantos homossexuais não consomem esse salgadinho muito antes dessa embalagem? Na minha opinião essas atitudes servem para fomentar ainda mais os preconceitos que estamos tentando combater há muito tempo. Infelizmente desde que o mundo é mundo existe preconceito. É extremamente necessário que se combata e minimize esse tipo de atitude.

Acabar não vai, pois a ignorância de alguns vai perdurar. Mas não será com esse tipo de atitude que se irá combater. Ao contrário, essa exposição gratuita do problema acaba se tornando preconceituosa também. Existem outros meios para se combater todo tipo de preconceito. O mais indicado é a punição severa, coisa que aqui no nosso país não existe, pois sempre se dá um jeito de "fugir" da punição.

Em todos os esportes existem homossexuais. Sempre existiram. E o respeito sempre foi primordial. Jogadores e jogadoras têm sua preferência sexual. E não julgamos a performance deles por isso. Não há necessidade de se expor o problema, de se direcionar algo para uma determinada classe. Isso soa pra mim como apelativo, piegas. Posso estar enganado, mas estamos entrando num caminho perigoso onde a exposição de problemas desse tipo podem gerar problemas ainda maiores, pois já existem manifestações contrárias a esse movimento da propaganda explorar um assunto sério como esse tentando se aproveitar é crime. E crime tem que ser punido! Até mais!

48 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page