top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Opinião objetiva - Chegou chegando e saiu

Amigo do esporte, a passagem de Thiago Nunes pelo Corinthians foi um verdadeiro desastre. Desde o início já se podia prever a " tragédia". Vários fatores contribuíram para o insucesso. Começa com a contratação. Anunciado no Corinthians, o treinador ficou dois meses para se apresentar. E nesse período, sem nem mesmo ter contato com os jogadores, mandou avisar que não queria contar com Jadson e Ralf, dois líderes do elenco e multi-campeões.

Bateu de frente com o restante do elenco que nunca perdoou essa atitude. Depois, já em atividade, lançou uma cartilha de procedimentos que incluía até permissão para se retirar do refeitório. E pasmem, quem liberava o jogador do refeitório era Cássio. Enfrentou a quarentena e nesse longo período pouco se comunicou com os jogadores e diretoria. Apesar da escassez de valores individuais, nunca conseguiu fazer com que o elenco entendesse sua ideia de jogo.

Fez várias mudanças no time titular sem nunca definir o time. Enfrentou uma crise financeira que há muito não ocorria no clube. E, para terminar o desastre, enfrentou um elenco onde dois jogadores são donos do time. Cássio e Fágner mandam no Corinthians e são influentes até em assuntos extra campo de jogo. Tudo errado desde o começo. E o final foi melancólico.

Os três últimos jogos foi mantido na corda bamba. Pressão da torcida, de conselheiros, falta de comprometimento de jogadores, tudo levando a crer que o final estava próximo. A verdade é que Thiago Nunes chegou ao Corinthians com pompa e circunstância, mandando prender e mandando soltar.

Estenderam o tapete vermelho para quem teve um único trabalho, que na minha opinião não o credenciava a assumir um time como o Corinthians. Deram toda liberdade para o treinador fazer o que bem entendesse. E a coisa deteriorou. Uma série de erros não só dele mas de todos os setores. Inclusive os jogadores que , nitidamente, demonstraram má vontade em campo.

Todo esse quadro fez com que seu trabalho não vingasse. E o pior, deixou o time numa posição delicada na tabela com total falta de confiança. Não há um só culpado nessa história. Todos, absolutamente todos têm parcela de culpa. E o resultado é a performance do time, o reflexo de uma péssima administração, de má gerência, de falta de planejamento e sobretudo a liberdade excessiva para jogadores que se intitulam donos do time. É preciso acabar com isso antes que tudo isso acabe com o Corinthians. Até mais!

20 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page