top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Opinião objetiva - CBF: intervenção já

Amigo do esporte,


estamos vivendo época de CPis, de intervenções do Ministério público, de investigações da Polícia Federal, mas ninguém até agora pensou em investigar a CBF. E motivos não faltam. Ex-presidentes com atuações obscuras, um preso acusado de desvio de quantias astronômicas usando a Seleção Brasileira, outro banido do futebol pelos mesmos motivos. Ocorre que até pela impunidade, Marco Polo del Nero, banido do futebol, ainda manda na CBF. Uma vergonha.

Por que será que ninguém mexe com essa instituição? Por que a CBF tem tanto poder a ponto de ser insuspeita para nossas autoridades? É público e notório que os corredores da CBF fedem de tanta podridão. Não é novidade pra ninguém que muita gente ficou rica em cima de nossa Seleção.

É inegável que dirigentes cansam de fazer conchavos com empresários e patrocinadores em troca de convocações. Não é possível que um sujeito que está banido do futebol continue mandando na entidade máxima do nosso futebol, ditando regras, depondo dirigente, mantendo treinador. Onde vamos parar?

Há tempos venho dizendo que nosso futebol, está no fim. E a prova maior é essa. Não há dignidade em nossos dirigentes. A falta de caráter impera nos cartolas do nosso futebol. Seja na CBF, nos clubes, em todo o lugar. Dirigentes que só pensam em ganhar dinheiro em cima dos clubes, fazem os cambalachos e não precisam prestar contas pra ninguém. E ninguém se habilita a colocar essa conduta em cheque.

Por que? O que existe por trás dessa impunidade no futebol? Qual o motivo para que ninguém toque na ferida escancarada que é não só a entidade, mas também o futebol brasileiro como um todo? Será que toda essa sujeira atinge gente fora do futebol? Não há motivo para tanta impunidade, tanto pouco caso diante de tão flagrante má conduta.

Lamentavelmente sempre fomos o país onde tudo pode. E enquanto tudo puder, estaremos sujeitos a esse tipo de conduta. Saudade de Paulo Machado de Carvalho, o marechal da vitória. Gente íntegra, de caráter, um verdadeiro dirigente modelo. Hoje se fosse vivo, com certeza seria ridicularizado e marginalizado por sua honestidade e retidão de caráter. Sinal dos tempos! Até mais!

28 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page