top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Opinião Objetiva - A Batalha de La Bombonera

Amigo do esporte,


todos sabem da dificuldade que é de se jogar no mítico estádio do Boca Juniors, "La Bombonera". Lendário, provoca verdadeiro pânico para as equipes que enfrentam os "Xeneizes". As adversidades são enormes. Desde foguetório na véspera defronte ao hotel onde a equipe visitante está hospedada, passando pela arquitetura do estádio projetado para intimidar o adversário com a torcida em cima do gramado, a pressão enorme que "la Hinchada" exerce e claro, por atuações de árbitros que sentem a pressão e se envolvem no clima da torcida terminando por favorecer o Boca.

Faço essa introdução para louvar o feito do Corinthians na terça-feira onde conseguiu um empate heroico e uma vitória histórica sobre o Boca Juniors. Não que o Boca tenha um grande time. Pelo contrário. Esse é talvez um dos piores times da história do clube. E tampouco pelo futebol apresentado pelo Corinthians, pobre e sem criatividade. Porém, há que se considerar fatos que fizeram dessa vitória um feito extraordinário.

O primeiro deles é que o Corinthians vinha de sofrer uma goleada humilhante contra o Fluminense por 4x0 e, convenhamos, depois da vitória sobre o Santos pelo mesmo placar, oscilava entre um futebol razoável e sofrível. Para os argentinos a vitória era líquida e certa. Depois pelos inúmeros desfalques de jogadores importantes que em campo elevam o patamar de qualidade do time.

E por último, o time recheado de garotos que poderiam tremer diante de tão grande adversário, historicamente falando, e da lendária "La Bombonera". Pois não foi isso que aconteceu. Com um time recheado de garotos e se ressentindo de muitos desfalques, acabou sendo um time extremamente defensivo, é verdade. Mas não "fugiu do pau" como se diz na gíria futebolística.

Encarou o Boca com todas as limitações, passou sufoco, sofreu para garantir o empate para que, caso houvesse a eliminação, poderia ser o álibi para uma boa justificativa. Mas ao final do jogo, a torcida da casa ficou apreensiva demais. E tinha motivos. O "Gigante" estava no gol do Corinthians. Contando com duas defesas de Cássio e noite infeliz do principal atacante do Boca, o perigoso Benedetto, que perdeu um pênalti durante o jogo e outro nas cobranças decisivas, o Corinthians eliminou o Boca Juniors em plena "La Bombonera" numa noite inesquecível, quase na mesma data em que se sagrou campeão da competição em 2012.

Somente Corinthians e Santos de times brasileiros conseguiram tal feito. Longe de comparar uma conquista com outra, pois o grande Santos de Pelé e companhia não precisou de pênaltis para eliminar o forte Boca da época. Ganhou o jogo com o futebol exuberante de sempre. Mas não se pode deixar de louvar a conquista mosqueteira. Bravo Corinthians! Sem talento mas com alma. Do jeito que o Corinthiano gosta. Do jeito que eu gosto! Até mais!

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Por quê Paquetá na Seleção?

Amigo do esporte, todos já sabem do problema envolvendo o jogador Paquetá. Importante para o West Ham e importante para a Seleção, Paquetá está envolvido com site de apostas. E não venham querer inoce

Comments


bottom of page