top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Músicas de hoje e sempre - "Alone Again (Naturally)", Gilbert O'Sullivan

"Alone Again (Naturally)" foi composta por Gilbert O' Sullivan e lançada em 1972 fazendo um enorme sucesso. Com uma letra pesada falando de uma grande desilusão, e uma melodia envolvente, "Alone Again" concorreu a três Grammy Award em 1973: "Canção do Ano", "Gravação do Ano" e "Performance Vocal", de Gilbert O"Sullivan. Sem dúvida foi o maior sucesso do compositor e cantor perdurando por muito tempo nas paradas. Vale a pena conferir!

Letra traduzida


Sozinho outra vez, naturalmente


Daqui a pouco

Se eu não estiver me sentindo menos amargurado

Eu prometo me recompensar

E visitar uma torre próxima

E depois de subir até o topo iriei pular

Num esforço para mostrar claramente

Como é que é quando você está despedaçado

Deixado esperando no altar da igreja

Onde as pessoas diziam: "Meu Deus, que dureza

Ela o abandonou"

Não tem sentido em ficarmos

Podemos ir pra casa

Como eu fiz

Sozinho outra vez, naturalmente


E pensar que ontem mesmo

Eu era contente, radiante e alegre

Esperando ansioso pelo "melhor do que bom"

O papel que eu estava prestes a desempenhar

Mas como se para me derrubar

A realidade aconteceu

E sem alarde, com um mero toque

Me cortou em pedacinhos

Me deixando a duvidar

Fale de Deus e Sua misericórdia

Ou se Ele realmente existe

Por que Ele me abandonou em minha necessidade

Eu estou realmente sozinho de novo, naturalmente

Parece-me que há mais corações

Partidos nesse mundo que não podem ser consertados

Desamparados

O que nós fazemos? O que nós fazemos?


Sozinho outra vez, naturalmente

Agora rememorando ao longo dos anos

E do que mais apareça

Eu me lembro que chorei quando meu pai morreu

Nunca desejando esconder as lágrimas


E aos sessenta e cinco anos de idade

Minha mãe, que Descanse em Paz

Não podia entender por que o único homem

Que ela amou lhe foi tirado

Deixando-a para recomeçar com um coração tão quebrado

Mesmo com meu apoio

Nenhuma palavra jamais foi dita

E, quando ela se foi

Eu chorei e chorei o dia todo

Sozinho outra vez, naturalmente

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page