top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Música de hoje e sempre - "Serenata do Adeus", por Cauby Peixoto e Agnaldo Rayol

"Música de Hoje e Sempre" registra hoje, uma das mais maravilhosas composições de nossa música. Num momento de rara inspiração e no auge da boemia, o "poetinha" Vinícius de Moraes compôs "Serenata do Adeus". Uma das mais lindas compostas por esse gênio em 1957.

De melodia rebuscada e lindamente triste, e uma letra que é, sem dúvida um poema, Vinícius marcou mais uma vez sua presença entre os maiores compositores do Brasil. Com uma magistral interpretação de dois dos maiores cantores de nossa música, Cauby Peixoto e Agnaldo Rayol, a música ganha em sentimento. Você não pode perder esse vídeo que imortaliza mais uma "Música de Hoje e Sempre"!


Letra

Ai, a lua que no céu surgiu

Não é a mesma que te viu

Nascer nos braços meus

Cai, a noite sobre o nosso amor

E agora só restou do amor

Uma palavra: Adeus

Ai, vontade de ficar mas tendo que ir embora

Ai, que amar é se ir morrendo pela vida afora

É refletir na lágrima, um momento breve

De uma estrela pura cuja luz morreu

Ai, mulher, estrela a refulgir

Parte, mas antes de partir


Rasga meu coração

Crava as garras no meu peito em dor

E esvai em sangue todo o amor

Toda desilusão

Ai, vontade de ficar mas tendo que ir embora

Ai, que amar é se ir morrendo pela vida afora

É refletir na lágrima um momento breve

De uma estrela pura

Cuja luz morreu

Numa noite escura

Triste como eu

5 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page