top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Música de hoje e sempre - "Quando eu me chamar saudade", de Nélson Cavaquinho, por Nelson Gonçalves

Se o nome Nélson Antônio da Silva não diz nada, o apelido diz tudo. Um dos maiores senão o maior compositor da música brasileira, "Nélson Cavaquinho" fez verdadeiras obras-primas que enriquecem a memória de nossa música. Quase sempre em parceira com Guilherme de Brito, deixou um legado extraordinário. Em 1973 compôs "Quando Eu Me Chamar Saudade", uma letra maravilhosa onde Nélson sempre afirmou que desejava que todas as homenagens a sua pessoa fossem em vida. Essa música traduz esse desejo. Interpretada aqui pela voz mais linda do mundo, o xará Nélson Gonçalves, "Quando Eu Me Chamar Saudade" merece estar na galeria de "Música de Hoje e Sempre". Música eterna interpretada por uma voz brilhante . Imperdível!

Letra


Sei que amanhã

Quando eu morrer

Os meus amigos vão dizer

Que eu tinha bom coração

Alguns até hão de chorar

E querer me homenagear

Fazendo de ouro um violão

Mas depois que o tempo passar

Sei que ninguém vai se lembrar

Que eu fui embora

Por isso é que eu penso assim

Se alguém quiser fazer por mim

Que faça agora

Me dê as flores em vida

O carinho, a mão amiga

Para aliviar meus ais

Depois que eu me chamar saudade

Não preciso de vaidade

Quero preces e nada mais

Sei que amanhã

Quando eu morrer

Os meus amigos vão dizer

Que eu tinha bom coração

Alguns até hão de chorar

E querer me homenagear

Fazendo de ouro um violão

Mas depois que o tempo passar

Sei que ninguém vai se lembrar

Que eu fui embora

Por isso é que eu penso assim

Se alguém quiser fazer por mim

Que faça agora

Me dê as flores em vida

O carinho, a mão amiga

Para aliviar meus ais

Depois que eu me chamar saudade

Não preciso de vaidade

Quero preces e nada mais

Quero preces e nada mais

Quero preces e nada mais

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page