top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Futebol em Overdose

Amigo do esporte,


vai começar a maratona de futebol de 2023. Em abril tem início os Campeonatos Brasileiros, a Libertadores da América e a sequência da Copa do Brasil já na fase de jogos de ida e volta. É futebol pra ninguém botar defeito.

Me lembro quando antigamente tínhamos os Regionais com o Torneio Início e a Preliminar com os aspirantes, o Rio-São Paulo e a Taça Brasil. E só. Os clubes geralmente em junho ou julho, excursionavam para ganhar um dinheiro e ao mesmo tempo mantinham o elenco em atividade para a sequência do ano.

Começava com os Regionais e no segundo semestre o Rio-São Paulo. A Taça Brasil reunia os campeões de cada Estado e era disputada ao longo do ano. Sobrava data, sobrava tempo. E os jogos eram sempre realizados às quartas-feiras, aos sábados e aos domingos.

Lembro que existia aquela ansiedade pela chegada do dia do grande clássico. Os jornais enfatizavam a partida, o rádio e a televisão eram vibrantes e passavam a semana falando do grande jogo (naquele tempo a grande maioria dos clássicos eram jogados aos finais de semana). E cada clássico era uma festa. Mas hoje tudo mudou.

O futebol mudou. Temos jogos todos os dias. Pela manhã, a tarde e a noite. A qualidade perdeu terreno para a quantidade. Se antes um clube fazia em média 40 ou 45 jogos por ano (exceção do Santos que excursionava sempre quando tinha Pelé), hoje se um clube faz campanha vitoriosa pode chegar a fazer 70 jogos. E até mais. Tudo em função do acúmulo absurdo de competições. E o que é pior, algumas hoje em dia são menosprezadas e relegadas a um segundo plano, caso dos Regionais.

Os clubes tem uma certa tranquilidade entre janeiro e março quando a maioria só disputa os Estaduais. Após isso, cada clube faz dois jogos por semana e às vezes até três, pois jogam domingo quarta e sábado.

Então, amigo do esporte, se prepare. Vai ter futebol pra todos os gostos. As TVs abertas, por assinatura e fechadas, os streamings, o youtube, enfim todas oferecem inúmeras opções para você assistir todos os campeonatos. E claro, você paga por tudo isso. É a consequência da modernidade.

Se antes com poucos jogos você só podia ver a reprise do jogo aos domingos a noite, porque a transmissão direta era difícil, hoje você tem inúmeras opções de jogos no mesmo horário. Então, prepare-se. A overdose vai começar. Ainda bem que se trata de uma overdose de diversão que custa caro. Mas não faz mal a saúde. Ou faz? Até mais!

29 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page