top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Conheça o craque - Vavá

Você conhece Edvaldo Izidio Neto? Claro que conhece. Porque estamos falando de Vavá, o "peito de aço". Vavá deu seus primeiros passos no futebol em Recife, onde nasceu em 1934. Aos 14 anos ingressou no América de Pernambuco. Depois passou pelo Íbis e chegou ao Sport, sempre nas categorias de base. Em 1951 foi campeão juvenil pelo Sport. E logo a seguir, em 1952 foi contratado pelo Vasco da Gama. E foi no grêmio Cruzmaltino que passou a jogar como atacante, ele que era meia de origem. Essa mudança foi a mais importante em sua vida, pois entrou para a galeria dos maiores goleadores do Vasco com 191 gols.

Pelo seu instinto de artilheiro, após a Copa de 1958, chamou a atenção do Atlético de Madrid que o contratou. Na Espanha teve grande sucesso conquistando duas Copas do Rei em cima do Real Madrid e um vice-campeonato da Liga dos Campeões de 58-59. Dos jogadores que disputaram a Copa de 58 e se aventuraram na Europa, Vavá foi o mais bem sucedido. Visando uma convocação para a Copa de 1962, que seria sua segunda Copa, retornou ao Brasil para jogar no Palmeiras onde atuou até 1964.

Jogou depois pelo América do México, San Diego Toros dos Estados Unidos e encerrou sua gloriosa carreira na Portuguesa do Rio de Janeiro. Ao Lado de Ademir de Menezes e Jairzinho é o terceiro maior artilheiro da Seleção em Copas do Mundo com nove gols. Á sua frente apenas Pelé com doze e Ronaldo com quinze.

É o único jogador a marcar gols em duas finais consecutivas de Copa do Mundo. Pelé, Zidane e Breitner também fizeram, porém em Copas alternadas. Longe de ter um futebol refinado, se tornou imortalizado por seu oportunismo, presença de área, vigor físico e uma garra incomparável.

Faleceu aos 67 anos vítima de infarto fulminante. Está na galeria dos grandes jogadores que fizeram a história do nosso futebol. Grande Vavá! Centroavante das antigas! Nato! Matador! Peito de Aço!


Títulos

Pelo Vasco:​​​​​​ Campeão Carioca de 1952, 56 e 58, Torneio de Paris 1957 e Torneio Rio-São Paulo de 1958

Pelo Palmeiras: Campeão Paulista de 1963

Pelo Atlético de Madrid: Copa del Rey de 1960 e 61

Pelo América do México: Campeão Nacional temporada 1965-66

Pela Seleção Brasileira: Copa do Mundo 1958 e 1962 eTaça Oswaldo Cruz 1958 e 1962

Prêmio Individual: Chuteira de Ouro da Copa do Mundo de 1962

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Yorumlar


bottom of page