top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Conheça o craque - Rivellino

O "Conheça o Craque" de hoje se veste de "fraque e cartola" pra receber um dos maiores jogadores do mundo.

Idolatrado por torcedores de todos os times, referência para Diego Maradona e tido como gênio por sua habilidade, falamos de "Roberto Rivellino", o "Garoto do Parque", "Reizinho do Parque", "A Patada Atômica", "Bigode", "Orelha", "Riva", "Curió das Laranjeiras", apelidos conquistados ao longo da carreira. Alguns pela exuberância do futebol, outros pela intimidade dos amigos.

Filho de imigrantes italianos, Rivellino iniciou a carreira no futsal onde adquiriu a habilidade ímpar no trato com a bola. No Banespa foi onde tudo começou. Depois, uma passagem pelo futsal e pelo futebol de campo no Clube Atlético Indiano fez com que Rivellino fizesse um teste no Palmeiras, seu clube de infância. Recusado pelo então treinador Mário Travaglini, foi descoberto em uma partida de futsal por José Castelli, o Rato, ex-jogador e então treinador das categorias de base do Corinthians na época.

Bastou um treino para que Rivellino começasse sua brilhante carreira. Com 15 anos começou nos juvenis do Corinthians e logo passou para os "aspirantes", categoria extinta que preparava jogadores para o elenco principal. Foi lá que aprendeu o drible do elástico com seu colega Sérgio Echigo e o aperfeiçoou tornando sua marca registrada. Em 1965 fez sua estréia no time principal lançado por Oswaldo Brandão. O jogo foi contra o Santa Cruz pelo Torneio do Povo e o Timão venceu por 3x0 com um gol de Rivellino. Apesar de não ter conquistado no Corinthians títulos de expressão, é considerado por muitos o maior jogador da história do clube.

Ao ser derrotado pelo Palmeiras em 1974, acabou se tornando o "bode expiatório" da derrota sendo vendido para o Fluminense. Lá conquistou títulos e prestígio junto ao torcedor tricolor sendo também ídolo nas Laranjeiras. Atuou na famosa "Máquina Tricolor", um dos maiores times da história do Fluminense.

Campeão Mundial de 1970 no time mágico do Brasil no México, Rivellino chegou a afirmar que trocaria o título mundial por um Paulista pelo Corinthians.

Querido por todas as torcidas, é reconhecido mundialmente como um dos maiores jogadores da história. Após a passagem pelo Fluminense que durou de 1975 a 1978, transferiu-se para o Al-Hilal onde encerrou prematuramente a carreira por se desentender com o príncipe e dono do time Kaled. Com o passe preso ao Al-Hilal, teve que antecipar a aposentadoria.

Monstro sagrado, multi campeão, de temperamento arredio, é sem dúvida, um craque com todas as letra e merece estar eternamente na galeria do "Conheça o Craque"! Excepcional, Rivellino, genial Rivellino, valeu!

Títulos Conquistados


Pela Seleção Brasileira:


Copa do Mundo de 1970

Taça Independência em 1972

Taça do Atlântico de 1976

Torneio Bi-Centenário dos Estados Unidos de 1976

Copa Roca de 1971 e 1976

Taça Oswaldo Cruz de 1976

Copa Rio Branco de 1976

Mundialito de Cali de 1977


Pelo Corinthians:


Torneio Rio-São Paulo de 1966

Copa Cidade de Turim de 1966 e 1969

Torneio Costa do Sol de 1969

Torneio do Povo de 1971

Torneio Laudo Natel de 1973

Copa Cidade de São Paulo de 1974


Pelo Fluminense:


Campeão Carioca de 1975 e 1976

Taça Guanabara de 1975

Torneio Viña del Mar de 1976

Torneio Teresa Herrera de 1977


Pelo Al-Hilal:


Campeonato Saudita de 1978/79

Copa do Príncipe Faisal Bin Fahad de 1979/80


20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page