top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Conheça o craque - Carlos Manga

José Carlos Aranha Manga, ou Carlos Manga é o craque de hoje no "Conheça o Craque". Carioca, Carlos Manga foi montador, roteirista, produtor, ator, diretor de cinema e televisão. Foi o precursor da nova comédia no cinema e na televisão. Seu primeiro emprego foi em banco. Mas, apaixonado pelo cinema, conseguiu emprego de almoxarife na Atlântida Cinematográfica, então a maior companhia de cinema do Brasil, levado pelo ator Cyll Farney que pertencia ao primeiro time da companhia.

Fez carreira trabalhando como contra-regra, assistente de montagem e assistente de direção. Em 1951 teve a primeira oportunidade como diretor musical em alguns filmes da Atlântida o que lhe proporcionou a oportunidade de se firmar como diretor de cinema.

Foi pioneiro na direção das "chanchadas" da Atlântida. Acrescentou em seus filmes conotações do cotidiano e políticas, o que o distinguiu e o fez um dos maiores diretores de cinema do país.

Tinha como artistas quase fixos em seus filmes a dupla Grande Otelo e Oscarito, dupla de enorme sucesso na época. Na TV, iniciou a convite de Chico Anysio na TV Rio para dirigir o "Chico Anysio Show" no Rio de Janeiro. Foi o primeiro programa a usar o recurso do vídeo-tape.

Depois foi para a TV Excelsior onde chegou a diretor geral. Também atuou na TV Record ao lado de Manoel Carlos e Jô Soares. Na Globo foi publicitário e diretor artístico de mini-séries, diretor de núcleo de novelas e mini-séries e responsável pelos seriados "Sandy e Júnior" e "Sítio do Pica-Pau Amarelo".

Gênio na arte de dirigir e produzir, Carlos Manga morreu aos 87 anos deixando um legado extraordinário. Seu currículo diz tudo. Ganhador do prêmio da "Ordem do Mérito Cultural", honraria conferida para poucos, Manga está eternizado por sua obra. Valeu, Manga!

Obras

Prêmios e indicações


Em 1983 recebeu o um prêmio Kikito especial no Festival de Gramado e, em 1995, recebeu o Troféu Oscarito, no mesmo festival.


Troféu Roquette Pinto: 1963 - Melhor Produtor de TV

16 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page