top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Conheça o craque - Ângelo Dundee

Amigo do esporte, o "Conheça o Craque" dessa vez traz um dos maiores e mais respeitados treinadores de boxe da história desse esporte. Trata-se de Ângelo Mirena, ou simplesmente Ângelo Dundee.

Filho de pais imigrantes italianos, Dundee nasceu na Filadélfia e foi mecânico de aeronaves da Força Aérea dos Estados Unidos na segunda guerra mundial, antes de se dedicar ao boxe. Após isso, mudou-se para Nova Iorque onde foi contratado para ser aprendiz de treinador de boxe.

Terminado o curso, mudou-se para Miami Beach na Flórida onde abriu uma academia com seu irmão. E logo fez um campeão mundial ao ser cornerman de Carmen Basílio em 1955 na luta contra Tony DeMarco e depois em 1957 contra Sugar Ray Robinson.

Sua carreira ganhou notoriedade quando passou a ser o cornerman de Muhammad Ali. Na época conhecido como Cassius Clay, Ali sob o comando de Ângelo Dundee fez lutas memoráveis e inúmeras conquistas. A amizade entre eles era tão grande que costumava chamar Ali de "meu filho".

Dundee também fez crescer no boxe Sugar Ray Leonard, a quem chamava de "uma versão menor de Ali", orientando o pugilista em lutas memoráveis como contra Wilfred Benitez, Roberto Duran, Thomas Hearns e a lendária luta contra Marvin Hagler. Também foi cornerman de George Foreman nos títulos contra Evander Holyfield e contra o até então invicto Michael Moorer.

Ângelo Dundee teve uma carreira brilhante e reverenciada por todos do mundo do pugilismo. Além dos já citados, teve como pupilos os campeões mundiais Willie Pastrano, José Nápoles, Trevor Berbick, Wilfredo Gómez, Sugar Ramos, Luis Rodriguez, Ralph Dupas, Pinklon Thomas, Jimmy Ellis e Michael Nunn. Treinou também muitos outros pugilistas, entre eles Adilson Maguila Rorigues. E foi através de seu prestígio que conseguiu com que Maguila lutasse pelo título mundial contra George Foreman e Evander Holyfield.

Honrado e respeitado num mundo marcado por corrupção, Dundee foi citado por Howard Cosell, o maior jornalista em matéria de boxe da história, que afirmou: "se eu tivesse um filho que quisesse ser lutador e não conseguisse convencê-lo a desistir, o único homem que deixaria treiná-lo seria Ângelo Dundee". E esse, segundo ele, foi o mais valioso prêmio recebido na sua brilhante carreira.

Foi introduzido no "Hall da Fama Internacional do Boxe" em 1992. Dundee morreu aos noventa anos enquanto dormia em seu apartamento em Tampa em 1° de fevereiro de 2012. Seu funeral em 10 de fevereiro teve uma multidão de pessoas, até gente não ligada ao boxe. Mas a grande figura presente foi do já combalido Muhammad Ali, que amparado, foi até o corpo de seu grande mentor dando-lhe um beijo na testa.

Ângelo Dundee foi o maior treinador da história do boxe. E merece ser lembrado e reverenciado aqui no "Conheça o Craque"! Valeu, Dundee!

8 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page