top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

Comheça o craque - Gil Gomes

Quem não se lembra de Gil Gomes? Cândido Gil Gomes Jr. marcou época e deixou seu nome na história da reportagem policial. Repórter policial, advogado, radialista que criou um estilo único.

Nascido em Sorocaba em 1940, Gil Gomes começou a carreira aos 18 anos como locutor esportivo na Rádio Progresso e passou por várias rádios até chegar na Rádio Marconi em São Paulo onde assumiu a chefia do jornalismo em 1960. Gago quando criança e adolescente, corrigiu o defeito imitando locutores esportivos. Em 1968, nascia o repórter policial casualmente.

Na época, realizava entrevistas por telefone com políticos. E num desses dias, recebeu a informação de uma agressão sexual no edifício da rádio. Desceu e num impulso resolveu cobrir o fato ao vivo. Pegou mo microfone, desceu as escadas e foi fazendo a locução e entrevistando as pessoas envolvidas. A Rádio Marconi obteve audiência recorde e a partir daí, Gil Gomes descobriu que um programa policial ao vivo era o caminho a ser seguido.

No início teve enormes dificuldades, pois o regime a época não tolerava críticas ao governo. Como consequência, foi preso junto com sua equipe mais de trinta vezes e a rádio retirada do ar por tantas vezes. Era solto pela amizade que tinha com os policiais. Passou a auxiliar a polícia na elucidação de crimes e a partir daí passou a ser por várias vezes ameaçado de morte por bandidos.

Em 1991 fez sua estréia na TV no "Aqui Agora" do SBT. Usava camisas berrantes com estampados chamativos e empunhava o microfone sempre com a mão esquerda, uma vez que com a direita fazia repetidos gestos. Nesse jornal, trabalhou ao lado de ícones da especialidade como Celso Russomano, Wagner Montes, Jacinto Figueira Jr. (o Homem do Sapato Branco) e Sônia Abrão. Em 1999 fez parte do elenco da "Escolinha do Barulho" da TV Record onde era um dos professores. Trabalhou também na TV Gazeta e Rede TV.

Em 2005, acometido do mal de parkinson, afastou-se da carreira dando sinais de que encerrara definitivamente a brilhante carreira. Porém, voltou em 2016 para a TV Ultrafarma, contratado para desenvolver um trabalho de reportagens e comentários. Casado duas vezes, teve cinco filhos, dois homens (um já falecido) e três mulheres.

Faleceu em 2018 aos 78 anos vítima de câncer no fígado. Foi homenageado por Geraldo Alves que interpretou o personagem Bil Gomes na Escolinha do professor Raimundo. Linda e merecida homenagem desse que foi um dos maiores nomes senão o maior da reportagem policial. Grande Gil Gomes, você foi um craque, um cracaço. E merece estar aqui na galeria do " Conheça mo Craque"! Valeu!

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page