top of page

Patrocinadores

WhatsApp Image 2020-06-20 at 19.43.01.jp
  • Foto do escritorJota Jorge

7.ª Arte - Django Livre

Quentin Jerome Tarantino é um diretor de cinema que notabilizou-se por diálogos ricos, mistura irônica de humor e violência, e que aborda problemas reais provocando reações diversas no espectador.

Autor de filmes marcantes e premiados como "Cães de Aluguel", "Pulp Fiction", "Grande Hotel" , "A Balada do Pistoleiro", "Um Drink no Inferno", "Bastardos Inglórios", "Os Oito Odiados" e "Era Uma Vez em... Hollywood" entre outros, vamos falar aqui do filme "Django Livre".

Django (Jamie Foxx) é um escravo que tem seu destino completamente alterado quando é comprado pelo Dr. King Schultz (Christoph Waltz), alemão caçador de recompensas que se esconde atrás de um disfarce de dentista. A aquisição feita por Schultz, no entanto, não é aleatória: ele precisa da ajuda de Django para identificar seus próximos alvos.

Em contrapartida, Schultz promete libertar Django assim que a missão for cumprida. Depois de ser tornar um homem livre, Django continua na estrada com Schultz, de quem agora é parceiro, até que é chegada a hora do grande desafio: enfrentar o poderoso Calvin Candie (Leonardo DiCaprio) para libertar sua esposa, Broomhilda (Kerry Washington).

O filme é um clássico ‘tarantinesco’: mistura faroeste, lendas alemãs, referências pop, cenas divertidas e litros de sangue para contar a história de um homem que já passou uma temporada no inferno e que agora quer reencontrar seu grande amor e se vingar dos seus opressores.

Durante a longa jornada de Django, vemos sua transformação de escravo submisso, assustado e compassivo em um homem seguro, frio e, muitas vezes, cruel, que faz o que tem que ser feito para alcançar seus objetivos. Uma peça crucial dessa metamorfose é, sem dúvida, Schultz, um cara impiedoso com bandidos, mas que, no fundo, era um coração mole que não suportava ver inocentes sofrendo e que tinha nojo da escravidão.

A amizade de Django e Schultz é incrivelmente sólida e verdadeira.

Vale destacar as atuações inspiradas do sempre ótimo Christoph Waltz, do fazendeiro arrogante vivido por DiCaprio e do escravo racista e invejoso interpretado por Samuel L. Jackson.

Antes da nossa cena tradicional do 7.ª Arte, fique também com essa linda música de Jim Croce, que é trilha do filme. Um artista sensacional que abrilhanta ainda mais o filme de Tarantino!

Ficha técnica Elenco Principal: Christoph Waltz, Jamie Foxx, Kerry Washington, Leonardo DiCaprio, Samuel Lee Jackson, Aleeah Rogers Prêmios: Oscar de melhor roteiro original e melhor ator coadjuvante (Christoph Waltz) Globo de ouro de melhor ator coadjuvante (Christoph Watlz) e melhor roteiro de cinema BAFTA de melhor ator coadjuvante (Christoph Waltz)e melhor roteiro original

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

7ª Arte - “Não olhe pra trás”

Desta vez, 7° Arte traz mais uma interpretação fantástica deste que é um dos senão o maior expoente do cinema mundial. Trata-se de Al Pacino. Não me canso de exaltar o talento incomparável deste monst

Комментарии


bottom of page